Mais Imagens

  • Caixa Rio
  • Caixa Rio
  • Caixa Rio
  • Caixa Rio
  • Caixa Rio
  • Caixa Rio
  • Caixa Rio

Caixa Rio

Seja o primeiro a comentar este produto

Em estoque

R$370,00
  • Autor Marc Ferrez, Robert Polidori
  • Design Mariana Newlands, Viktor Balko
  • Editora IMS
  • Coedição Steidl

descrição

Com um século de diferença entre suas fotografias, os livros Rio, de Marc Ferrez, e Rio, de Robert Polidori, dialogam entre si.

 

O volume de Ferrez retrata a evolução urbana do Rio de Janeiro entre a segunda metade do século XIX e o início do XX. O fotógrafo percorreu os arredores da cidade, na montanha e na baía, construindo uma visão pessoal e poética do espaço urbano no limite em que o natural e o construído se encontram. Suas fotos exibem o contraste entre os edifícios da cidade que crescia e a exuberância da natureza que a cerca. Além das fotos, a obra traz ainda cronologia da vida e obra de Ferrez, apresentação de Shelley Rice, professora de arte na NYU, posfácios de Sergio Burgi, coordenador de fotografia do IMS, e Angela Alonso, professora de sociologia da USP. 

 

Já a obra de Polidori, por meio da documentação da paisagem natural e construída, revela os desafios enfrentados pela cidade hoje. Como afirma Ana Luiza Nobre: "Se a relação intrincada entre cidade e natureza ainda é muito usada para resumir o Rio, as imagens postas em circulação nos últimos anos parecem mais inclinadas a expor as consequências desastrosas de um modelo de modernização/urbanização que aguçou as desigualdades flagradas nas cidades brasileiras, e no Rio talvez ainda mais que em todas as outras". As fotos de Polidori retratam o contraste entre a beleza natural e a violência, tão característico da cidade carioca, e dão especial atenção ao cotidiano das favelas. Além das imagens, o livro traz ainda depoimento do fotógrafo, apresentação de Giuliana Bruno, professora da Escola de Design de Harvard, e posfácio de Ana Luiza Nobre, arquiteta, crítica e professora da PUC-Rio. 

 

Ambos os volumes foram impressos pela Steidl na Alemanha, uma das maiores referências mundiais na produção gráfica de livros de fotografia.

 

O que falam desta obra

"Marc Ferrez foi o primeiro fotógrafo a arrastar seu pesado equipamento para o alto do Corvocado e do Pão de Açúcar, a apontar sua câmera para as longas fitas da orla de Copacabana e de Ipanema. Ainda hoje, cerca de cem anos depois de sua morte, ainda vemos a cidade pelos seus olhos. Agora mesmo, exatamente onde ele se postou, turistas e cariocas se postam, sorrindo para seus celulares. O Rio, em grande parte graças a Ferrez, é uma cidade feita de vistas." Benjamin Moser

 

características

Idioma português

Tipo capa dura

dois volumes, com luva

Formato 30 × 30 × 6,5 cm

Páginas 504

Peso 5615 g

ISBN 978-85-83460-18-3

Imagens 360

Textos Shelley Rice, Angela Alonso e Sergio Burgi, Giuliana Bruno, Ana Luiza Nobre e Robert Polidori

descrição

Com um século de diferença entre suas fotografias, os livros Rio, de Marc Ferrez, e Rio, de Robert Polidori, dialogam entre si.

 

O volume de Ferrez retrata a evolução urbana do Rio de Janeiro entre a segunda metade do século XIX e o início do XX. O fotógrafo percorreu os arredores da cidade, na montanha e na baía, construindo uma visão pessoal e poética do espaço urbano no limite em que o natural e o construído se encontram. Suas fotos exibem o contraste entre os edifícios da cidade que crescia e a exuberância da natureza que a cerca. Além das fotos, a obra traz ainda cronologia da vida e obra de Ferrez, apresentação de Shelley Rice, professora de arte na NYU, posfácios de Sergio Burgi, coordenador de fotografia do IMS, e Angela Alonso, professora de sociologia da USP. 

 

Já a obra de Polidori, por meio da documentação da paisagem natural e construída, revela os desafios enfrentados pela cidade hoje. Como afirma Ana Luiza Nobre: "Se a relação intrincada entre cidade e natureza ainda é muito usada para resumir o Rio, as imagens postas em circulação nos últimos anos parecem mais inclinadas a expor as consequências desastrosas de um modelo de modernização/urbanização que aguçou as desigualdades flagradas nas cidades brasileiras, e no Rio talvez ainda mais que em todas as outras". As fotos de Polidori retratam o contraste entre a beleza natural e a violência, tão característico da cidade carioca, e dão especial atenção ao cotidiano das favelas. Além das imagens, o livro traz ainda depoimento do fotógrafo, apresentação de Giuliana Bruno, professora da Escola de Design de Harvard, e posfácio de Ana Luiza Nobre, arquiteta, crítica e professora da PUC-Rio. 

 

Ambos os volumes foram impressos pela Steidl na Alemanha, uma das maiores referências mundiais na produção gráfica de livros de fotografia.

 

O que falam desta obra

"Marc Ferrez foi o primeiro fotógrafo a arrastar seu pesado equipamento para o alto do Corvocado e do Pão de Açúcar, a apontar sua câmera para as longas fitas da orla de Copacabana e de Ipanema. Ainda hoje, cerca de cem anos depois de sua morte, ainda vemos a cidade pelos seus olhos. Agora mesmo, exatamente onde ele se postou, turistas e cariocas se postam, sorrindo para seus celulares. O Rio, em grande parte graças a Ferrez, é uma cidade feita de vistas." Benjamin Moser

 

Comentários

o que você achou do livro?

You're reviewing: Caixa Rio

How do you rate this product? *

x
cálculo de frete e prazo

tags

use espaços para separar as tags e aspas simples (') para frases.