Marshall Sahlins

Antropólogo que, em 1954, se tornou PhD em antropologia pela Universidade de Columbia, com a tese Social Stratification in Polynesia, publicada em 1959. Lecionou na Universidade de Michigan de 1964 a 1973 e, depois disso, se tornou professor emérito da Universidade de Chicago. Tornou-se conhecido por suas teorias sobre a história do contato entre europeus e nativos na Polinésia. Além dos doze meses de pesquisa de campo nas Ilhas Fiji, em Moala, entre 1954 e 1955, foi à Turquia (1951) e à Nova Guiné (1964). Sua carreira acadêmica, de repercussão internacional, inclui estadas como professor visitante em universidades estrangeiras (Paris x – Nanterre, Tóquio e Havaí) e honras de renomadas universidades e centros de pesquisa do mundo (American Anthropological Association, Harvard, CNRS e National Academy of Sciences). Escreveu dezenas de artigos para revistas acadêmicas de prestígio, entre elas American Anthropologist, Scientific American e Man, e mais de dez livros. Atualmente, é editor executivo da Prickly Paradigm Press. 

Obras selecionadas: 

Ilhas de história (1990) 

Cultura e razão prática (2003) 

História e cultura (2006)

Não encontramos produtos correspondentes ao filtro.