Marcel Mauss, Henri Hubert

Marcel Mauss

1872, Épinal, França

Foi sociólogo, antropólogo e um pensador de excepcional erudição, tendo influenciado figuras tão diversas quanto Sartre, Lévi-Strauss, Michel Leiris e Georges Bataille. Dirigiu a revista Année Sociologique, fundada por seu tio Émile Durkheim, que reuniu os responsáveis pela denominada Escola Sociológica Francesa. Em 1925, fundou, junto com Lucien Lévy-Bruhl e Paul Rivet, o Instituto de Etnologia da Universidade de Paris e na década de 30 lecionou no Collège de France.



Obras selecionadas:

Mélanges d’histoire des religions (com Henri Hubert, Alcan, 1909)

Manuel d’ethnographie (Payot, 1947)

Sociologia e antropologia (Ubu, 2017)

 

Henri Hubert

1872, Paris, França

Foi arqueólogo e sociólogo e especializou-se no estudo comparado das religiões. Professor na École Pratique des Hautes Études, e mais tarde na École du Louvre, centrou sua pesquisa na história e na cultura celtas. Conheceu Marcel Mauss no ambiente do Année Sociologique, no qual respondia pela seção de “Sociologia da Religião”. Faleceu em 1927.

Obras selecionadas:

Notes d’archéologie et de philologie celtiques (Revue celtique, 1914)

Les Celtes depuis l’époque de la Tène et la civilisation celtique (La Renaissance du livre, 1932)

Sobre o sacrifício (Ubu, 2017)

"Esboço de uma teoria geral da magia" (com Marcel Mauss, publicado em Sociologia e antropologia, Ubu, 2017)

Não encontramos produtos correspondentes ao filtro.