Pedro Paulo Pimenta

Pedro Paulo iniciou seus estudos no Departamento de Filosofia da USP em 1990, defendendo sua tese de doutorado em 2002. Três anos depois, tornou-se professor de história da filosofia moderna na mesma instituição, na qual hoje é livre-docente. Publicou livros e numerosos artigos no Brasil e no exterior. Levado em parte pela necessidade, em parte pelo gosto, realizou traduções de autores como Gibbon (Ensaios de história, Iluminuras, 2013), Hume (História da Inglaterra, Unesp, 2014), Diderot e d’Alembert (Enciclopédia, Unesp, 2014-2016, com Maria das Graças de Souza) e Condillac (Ensaio sobre os conhecimentos humanos, Unesp, 2018). Dedica-se a estudos sobre as relações entre filosofia e história natural nos séculos XVIII e XIX. 

Obras selecionadas: 

A imaginação crítica (Azougue, 2013) 

A trama da natureza (Unesp, 2018)

Não encontramos produtos correspondentes ao filtro.