Peter Bürger

Formado em germanística, romanística e filosofia, foi professor de ciência da literatura e teoria estética, literatura francesa e comparada e é autor de inúmeras obras. Seus escritos abrangem uma gama muito variada de temas, que vão de Corneille à literatura francesa de vanguarda, do iluminismo francês à função social da literatura. Em seu exercício incansável e incondicional da dialética de procedência marxista, enveredou pelos temas mais caros à modernidade, da práxis mais anárquica dos vanguardistas à constituição de uma ciência da literatura burguesa e à passagem para o período dito da pós-modernidade. 
Em seu esforço pela constituição de uma reflexão sociológica acerca da literatura, Peter Bürger tornou-se um dos mais legítimos herdeiros dos pensadores da Escola de Frankfurt. Em diálogo permanente com Lukács, Adorno, Benjamin, Habermas, Gadamer e Brecht, ele lançou as bases para a constituição de uma hermenêutica crítica. 

Obras selecionadas: 

O surrealismo francês – estudos sobre problemas da literatura vanguardista (Der französische Surrealismus. Studien zum Problem der avant-gardistischen Literatur, 1971)

Teoria da vanguarda (Ubu, 2017)

Não encontramos produtos correspondentes ao filtro.