Livro lançado no Circuito Ubu.

 

Reflexão sobre as duas grandes revoluções do século XX, a Revolução Russa de 1917 e a Revolução Cultural Chinesa de 1966. Recusando confundir os processos revolucionários com as práticas dos governos que os sucederam, Badiou aponta as lições que esses eventos nos deixam. Para o filósofo, “O amor e a política são as duas grandes figuras do engajamento social. A política é o entusiamo com o coletivo. O amor é a possibilidade de, por meio de diferenças as mais profundas, fazer algo que é uma visão compartilhada do mundo. O amor é o comunismo mínimo”.

 


 

Em um momento no qual revoluções se faziam sentir nos campos da política, das artes, da clínica e da filosofia, André Breton nos lembrava como havia convulsões que tinham a força de fazer desabar nossas categorias e limites, de produzir junções que indicavam novos mundos a habitar: “A beleza convulsiva será erótico-velada, explosante-fixa, mágico-circunstancial ou não existirá”. Tal lembrança nunca perderá sua atualidade.

 

coleção Explosante reúne livros que procuram as convulsões criadoras. Ela trafegará em vários campos de saber e experiência, trazendo autores conhecidos e novos, nacionais e estrangeiros, sempre com o horizonte de que Explosante é o verdadeiro nome do nosso tempo de agora. 

Petrogrado, Xangai

SKU
9788571260191
Fora de Estoque

    Tradução

    Célia Euvaldo

    Prefácio

    Ivan de Oliveira Vaz
Características

Idioma

 português

Tipo

 brochura

Formato

 13 × 21 cm

Páginas

 112

Peso

 200 g

ISBN

 978-85-71260-19-1
Compre em ebook

o que falam desta obra

o que você achou do livro?
escreva seu comentário
Você está avaliando:Petrogrado, Xangai
Qual a nota você dá para esse produto?
0/5