Flávio Motta

Nascimento: 1923, São Paulo, Brasil

Formado em filosofia, foi historiador de arte, desenhista e pintor. Em 1949, criou, junto de Alfredo Volpi e outros artistas, a Escola Livre de Artes Plásticas e em 1950, implementou o curso de formação para professores no MASP, posteriormente transferido para a FAAP. Notabilizou-se como professor de história da arte e estética na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde ajudou Vilanova Artigas a reformular o currículo de ensino. Alinhou-se também a Oscar Niemeyer e a Paulo Mendes da Rocha, cujo pavilhão para a Exposição Universal de Osaka (1970) foi elogiado por Motta, que ressaltou seu caráter humanista e transcendente. Realizou inúmeras intervenções artísticas em São Paulo e recebeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte em 1975 pelos painéis realizados no Elevado Costa e Silva. Seus estudos de história da arte centravam-se na relação entre arquitetura, industrialização e sociedade, sendo sua atuação como acadêmico e professor seu maior legado. Faleceu em 2016, aos 92 anos.


Posfácio

Casa Butantã - Paulo Mendes da Rocha

Com depoimento inédito de Paulo Mendes da Rocha, o livro oferece uma visão completa da casa e transmite seu caráter experimental e...
ver mais

R$ 89,90