Bronisław Kasper Malinowski (Bronisław Malinowski)

Nascimento: 1884, Cracóvia, Polônia

Antropólogo considerado um dos fundadores da antropologia social. Tendo obtido um doutorado em Física e Matemática pela Universidade da Cracóvia, em 1910 abadonou as ciências exatas e foi para a London School of Economics, onde travou relações com os maiores antropólogos da época, principalmente com Charles Gabriel Seligman e Edvard Westermarck, que prefaciou seu primeiro livro, The family among the Australian aborigines (1913). Malinowski também foi um dos expoentes do funcionalismo, atuando, inclusive, como mentor da primeira geração de antropólogos funcionalistas britânicos. Suas grandes influências incluem James Frazer, principalmente sua obra The Golden Bough, e Ernst Mach. Os trabalhos de Malinowski sobre a vida sexual e a ideia de família de aborígenes da Melanésia, escritos em uma época ainda marcada pelo puritanismo, tornaram-se suas obras mais populares, e seu livro Argonautas do pacífico ocidental, de 1922, procedeu uma verdadeira revolução na literatura antropológica, carregando em si uma nova visão do homem e um novo modo de compreender o comportamento humano. Faleceu aos 58 anos, em 1942, em New Haven, Connecticut.

Obras selecionadas:

Argonauts of the Western Pacific (1922)

Crime and custom in savage society (1926)

The sexual life of savages in North-Western Melanesia (1929)


Autor

Argonautas do Pacífico Ocidental

Um clássico da antropologia, esta é considerada a primeira etnografia, tal como se concebe hoje: um trabalho de descrição da vida dos...
ver mais

R$ 110,00

recentemente visitados